O Senar Goiás oferece um curso gratuito e a distância sobre o tema.

Embora seja o setor que sustenta o crescimento da economia brasileira, o agronegócio tem uma alta dependência das políticas governamentais. Hoje, dificilmente o produtor rural consegue manter seu negócio sem o apoio dos programas oficiais de incentivo e financiamento. Mas, para ter acesso facilitado a eles, é fundamental compreender seu funcionamento e, como o leque das políticas agrícolas é bem amplo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás) inclui agora em seu portal de ensino a distância um curso específico sobre o tema.

O curso sobre a Influência das Políticas Governamentais no Agronegócio é gratuito e está com as matrículas abertas no portal http://ead.senargo.org.br . Para se inscrever só é necessário que o participante seja maior de idade. O economista, analista de mercado e assessor técnico da FAEG (Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás), Pedro Arantes, aconselha o produtor a não perder esta oportunidade. “Se ele não tiver conhecimento dessas políticas realmente não vai ter acesso ao crédito e terá problemas para produzir. E, se produz e o preço está muito baixo, vai precisar saber como acessar as garantias que o setor oferece, ou também terá muita dificuldade”.

O analista explica que as políticas agrícolas são cruciais na agropecuária, seja para grandes ou pequenos produtores. Ele observa que, normalmente, o produtor rural, é muito descapitalizado porque a natureza do negócio exige que ele tenha capital de giro para no mínimo seis meses preparando a terra, plantando e colhendo, e só depois poder contar com um retorno. “Isso é que leva o setor a ter essa dependência tão grande do crédito garantido pelos programas do governo”.

O conteúdo

No curso do EaD Senar Goiás, o participante vai conhecer os mecanismos das políticas do setor agropecuário e seus principais instrumentos legais, O Plano Safra, a Lei Agrícola, o Seguro Rural e o Proagro. Um conjunto de informações para encurtar o caminho do produtor ao crédito, sempre mais acessível a quem sabe onde está pisando.

“Apenas dentro do Plano Safra, você tem programas de crédito para investimento, programas de crédito para custeio e programas de financiamento para a comercialização, que é a garantia de preço” – explica Pedro Arantes. Todos esses tópicos são abordados no curso do Senar, que tem também um enfoque especial sobre as políticas voltadas para a agricultura familiar, como o Pronaf.

O conteúdo está dividido em quatro módulos: Política Agrícola e desenvolvimento econômico; Comercialização, abastecimento e Crédito Rural; Instrumentos Legais; e Políticas públicas e Agricultura Familiar. As aulas da primeira turma começam no próximo dia 30.

Fale com a gente

Dúvida, crítica, sugestão ou elogio?

Preencha o formulário e aguarde nosso contato.

Nome*
E-mail*
Telefone com DDD*

E-mail enviado com sucesso! Em breve um dos nossos colaboradores irá entrar em contato. Obrigado!