Mesmo em tempos de crise, o mercado brasileiro de produtos orgânicos e sustentáveis cresce. Proporcionalmente também aumenta o número de produtores em busca de conhecimentos sobre práticas que preservam o meio ambiente e, ao mesmo tempo, garantem um alimento mais saudável, ao gosto dos consumidores que exigem produtos livres de resíduos tóxicos. Para esses produtores, o Senar Goiás (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás) criou um curso a distância, livre e gratuito: Agropecuária Sustentável, elaborado para quem deseja conhecer melhor os modelos de produção agroecológicos.

“Todos os eventos promovidos pelo Senar Goiás são baseados em alguma demanda quem vem do produtor” – explica o coordenador técnico de formação profissional rural da entidade, Marcelo Penha Silva. Para o coordenador, três vertentes estimulam o crescimento da agroecologia, a social, a ambiental e a da segurança alimentar. “A Agricultura Sustentável, na última década, vem se tornando uma forte tendência, porque a sociedade está muito preocupada com a questão da segurança alimentar. Paralelamente existe a questão do bem-estar social de quem trabalha no campo, e ainda os problemas ambientais. Nesse sentido, o Senar Goiás vem compondo em sua grade cursos, ações e treinamentos que ensinam como produzir causando menor impacto em relação ao meio ambiente, à sociedade e à segurança alimentar.”

O aumento do consumo de produtos orgânicos é, sem dúvida, um estímulo ao produtor que adota práticas sustentáveis. Nos Estados Unidos, maior mercado mundial de orgânicos, 80 por cento das famílias consumiram produtos naturais em 2016. No Brasil o percentual é bem menor, estimado em 15 por cento. Em Goiás ainda não existem pesquisas nesse sentido, mas a busca por orgânicos nas feiras livres dá uma amostra da grande demanda. Só quem madruga consegue encontrar variedade. Toda produção, em geral, é vendida rapidamente.

Porém, como revela Marcelo, não é apenas o aumento do consumo que motiva os produtores. “A gente percebe que a procura por cursos sobre Agricultura Sustentável cresce quando há alguma adversidade ambiental, que faz o produtor sair da sua zona de conforto e buscar alternativas. Nesses últimos três anos nós sofremos seriamente por questões de água no período de agosto/setembro. Este ano foi terrível, muitas fazendas tiveram que comprar água para o gado. Então os produtores têm buscado o Senar Goiás para aprender práticas que não agridam o ecossistema e preservem as nascentes, como o plantio direto, alternativas ao uso de defensivos, entre outras. Não há outro caminho”.

Ecologia que dá lucro

Dividido em três módulos, com uma carga horária de 20 horas, o curso Agricultura Sustentável está disponível no site http://ead.senargo.org.br e não há pré-requisitos para a matrícula. Nele, o participante passa a compreender melhor as principais questões relacionadas ao tema e aprende diferentes técnicas de cultivo ecológico. Rosiane Petry, tutora do curso ensina: - “O ideal é o produtor procurar conciliar a preservação do meio ambiente com práticas economicamente viáveis e socialmente justas”.

Engenheira agrônoma e mestre em Produção Vegetal, Rosiani desfaz a crença errônea de que a produção sustentável possa causar escassez de alimentos. “Esse é um conceito errado. Pelo contrário. Se você começa a trabalhar o solo, os recursos naturais você consegue melhorar as condições ambientais e, a partir desse momento, melhora também a fertilidade. O sistema entra em maior equilíbrio, produz plantas mais saudáveis sem a necessidade de agroquímicos. Dessa forma, com certeza, você tem maior produtividade”. Rosiane considera o curso da EaD Senar Goiás especialmente interessante para os pequenos agricultores. “Ele mostra que as pequenas propriedades podem adotar práticas sustentáveis sem dificuldade, como por exemplo, o aproveitamento de resíduos para a produção de biogás. Algumas granjas utilizam a técnica e são autossustentáveis em energia”.

Médico e produtor rural, Armando Santos confirma o que diz a tutora. “O curso Agropecuária Sustentável foi uma ótima oportunidade de conhecimento das técnicas de manejo da terra sem danificá-la para obter mais êxito produtivo com métodos simples, baratos e mais lucrativos”. Armando tem uma pequena propriedade no município goiano de Vianópolis, onde cria gado, planta milho e caqui para o consumo familiar. Tudo o que aprendeu no curso já está colocando em prática. “Melhorei a adubação do solo, a conservação do rio, passei a aproveitar o lixo e o esterco. Os excrementos dos animais, que antes eram queimados, agora são tratados e usados como adubo”.

Armando garante que as novas práticas melhoraram não apenas sua produção, mas também a qualidade de vida dos empregados da fazenda e até dos animais. Por isso, recomenda o curso Agricultura Sustentável. “O Senar Goiás tem uma experiência muito grande em ajudar os pequenos proprietários que desejam crescer. E tenho recomendado esse curso para muita gente. Traz muitos conhecimentos e é fácil de acessar. Não tem burocracia é só entrar na página e se inscrever. E você pode assistir as aulas a qualquer hora. Eu estudo à noite, quando chego em casa. Além desse, já fiz outros três cursos a distância do Senar Goiás”.

Mais informações: http://ead.senargo.org.br, 0800-642-0212

Fale com a gente

Dúvida, crítica, sugestão ou elogio?

Preencha o formulário e aguarde nosso contato.

Nome*
E-mail*
Telefone com DDD*

E-mail enviado com sucesso! Em breve um dos nossos colaboradores irá entrar em contato. Obrigado!